Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

 

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."



Textos
Título Categoria Data Leituras
Instabilidade Poesias › Góticas 09/07/18 14
Tempo Poesias › Góticas 23/06/18 8
Passado de uma druída Poesias › Góticas 23/01/18 20
Tristeza e solidão Poesias › Góticas 04/09/17 55
Gotas de chuva Poesias › Góticas 15/08/17 15
Imaturidade Poesias › Góticas 08/07/17 16
Do casulo a voar alto semeando novas sementes Poesias › Góticas 18/06/17 11
Meu passado Poesias › Góticas 11/06/17 16
Estranho amor Poesias › Góticas 19/05/17 15
Existencialismo Poesias › Góticas 19/05/17 14
Oração a morte Poesias › Góticas 18/03/17 11
Decomposta Poesias › Góticas 18/03/17 17
Temperança Poesias › Góticas 18/03/17 7
Tristeza profana Poesias › Góticas 17/03/17 12
Depressão Poesias › Góticas 17/03/17 7
Alquimia Poesias › Góticas 15/10/16 10
Romantismo de uma vampira contemporânea Poesias › Góticas 24/09/16 7
Transmutação Poesias › Góticas 24/05/16 11
Singeleza da morte Poesias › Góticas 24/04/16 11
Vida Poesias › Góticas 23/04/16 16
Página 1 de 2 1 2 próxima»

 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com