Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos
Título Categoria Data Leituras
Dom ou um desvaneio Poesias > Dedicatórias 24/01/18 9
Chuvas de janeiro, e reservatórios vazios Poesias > Natureza 24/01/18 7
Passado de uma druída Poesias > Góticas 23/01/18 16
Depressão e ansiedade Poesias > Reflexão 19/01/18 8
Mortes prematuras Poesias > Reflexão 15/01/18 7
2018. Eleição, corrupção, e copa. Poesias > Patrióticas 14/01/18 16
Sensibilidade Poesias > Transcendentais 12/01/18 8
Ser de quatro patas Poesias > Espiritualistas 12/01/18 8
Beto Poesias > Saudade 12/01/18 10
DPME Poesias 11/01/18 233
Carta aos candidatos de 2018. Cartas 09/01/18 13
Entretantos Poesias 09/01/18 9
2018, sai do lugar venha bailar. Poesias 06/01/18 11
Retorno às aulas Poesias 06/01/18 8
Carta reflexiva Cartas 03/01/18 20
Carta a Emmanuel Poesias > Espiritualistas 02/01/18 14
Últimos acordes de 2017 Prosa Poética 30/12/17 15
Parabéns Alexia Cristina Homenagens 29/12/17 8
Reflexão feita na rede social: Facebook Poesias > Reflexão 27/12/17 10
Minha alma de poeta Poesias > Dedicatórias 26/12/17 8
Página 2 de 72 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com