Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


Que  haja pétalas de amor e sabedoria em sua vida,
Que a verdade seja frequente, o amor presente,
E eu cada vez mais agradecida.
Agradeço seu interesse, aos textos que escrevi.
Sei que aqui no recanto, no entanto, têm poetas que escrevem menos,
E, com muito mais leitores.
Talvez eu seja amadora, e faça das minhas poesias,
Meus desabafos diários, muitas vezes necessários e compartilhados.
Mas, mesmo assim, meu obrigado, pelo carinho de sua leitura,
Mesmo que nada comentes, apenas veja, apenas olhe.
Não demore para dizer o que sentiu ao ler a cada poesia.
Não sou poeta, 
Nem Química de verdade,
Sou uma alquimista que assiste de camarote o que no mundo acontece.
Às vezes, me sinto dentro do próprio "Mito das Cavernas",
Como diriam os filósofos e sociólogos que conheço e tenho apreço,
São vários, alguns do passado como minha colega de classe Deyse, do 3ºD/1985 - EE Prof. Alberto Conte, Prof. Valdir de filosofia da época, Carlão (presidente do Grêmio, também na época), Silem, amigo desde 1985 e atualmente professor, Profs e colegas atuais: Edivan, Luciano, Elaine Cristina, José Humberto, Alvira Soares....
Mas, são os lugares de minha mente desconhecidos que me fazem escrever, soltar a endorfina, e fazer rimas como se fossem fáceis de serem  colocadas, mas me sinto ainda vendo as sombras lá fora, e o tempo rugir aqui dentro.
Então, apenas agradeço seu apreço por minha leitura, por essa aventura que me faz controlar a tudo e a todos, mas não posso, a rosa pode morrer, citação do pequeno príncipe, que tanto amo e indico a leitura, numa gostosa aventura de vivenciar mundos e mundos diferentes, talvez um livro tão presente nos nossos dias atuais. A busca da paz, não está em construção de armas, mas na aventura de ler um bom livro, apreciar uma poesia, sorrir simplesmente e agradecer pelo seu tão inspirado dia.
Que hoje tanta coisa faria, mas sentada a frente do computador, acessando o site do Recanto, no entanto 3 ou mais poesias pude realizar, numa inspiração que não sei como explicar, amo escrever, você meu leitor frequente, pode acreditar.
Fique com Deus, paz e bem e meu agradecer mais uma vez.
Ofereço a cada leitor, autor, familiar, colega de trabalho, e outros que lerem meu espaço, a vocês meu caloroso abraço.
São Paulo, 8 de julho de 2017.
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 08/07/2017
Alterado em 08/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com