Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


De repente, isolada dos momentos onde reuniões ocorrem,
Decorrem em mim a ansiedade da solidão.
Trafegando pela marginalização que se impera dentro do ser humano.
De repente, a hipocrisia toma conta.
Afasta por demais e deixa tudo num caos desequilibrado.
Sou única que percebe isso???
O mundo cheio de cada um olhar para o próprio umbigo,
O perigo constante, a verdade distante do verdadeiro fundamento.
Acredito não pertencer ao mundo de fakes que se iludem de um lado,
Ou até mesmo doutro.
Composto de ironias a vida se passa,
Traça linhas ilusórias.
Queria então, sucumbir ao mundo,
E, isolada num mundo interno só meu, 
Transcedo a minhas próprias barreiras para viver e está onde estou.
Compondo de maneira irônica o Amor,
Mas também a dor que exala minh'alma.
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 09/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com