Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


Hoje assisti ao programa "Como Será?" E, numa das reportagens estava o sr. Sebastião, um matuto simples, pedreiro, catador de materiais recicláveis, que colhia no Manguezal o seu sustento.
Quando ele deu a entrevista falou que ele não era herói por contribuir com o Meio, mas sim todos os catadores de materiais recicláveis que tinham esse pequeno título.
Pequeno mas de grande importância. O que me chamou atenção a isso, foi a criação de uma escola Nova Esperança, onde seu Sebastião a construiu e a fundou por não ter sido alfabetizado, preza muito o estudo.
Fiquei me questionando o que ocorreu ontem, uma colega que se diz Mestra em ambiente, mas que muitas vezes não tem noção de como tratar o próprio semelhante. Acaba agredindo aos outros com palavras quemagoam, mas que isso não podemos mudar. Voltando ao personagem real, seu Sebastião, um homem simples, que não possue o embasamento teórico, mas a praticidade, a humildade e a humanidade de saber fazer, de agregar seu voluntariado ao Planeta Terra. Esse e tantos outros, são heróis e doutorados em Meio Ambiente, pois por mais que conheça eu as Leis Ambientais, ou as letras que me levam a conhecer sobre essa questão, não sou nada sem a atitude de pessoas como seu Sebastião. Parabéns e que Deus continue abençoando o Senhor. 
Na verdade a uma das primeiras reportagens foi no Jornal Nacional.
Para maiores detalhes, acesse: Seu Sebastião, Catador de Lixo e transformador de ideias.
Tereza Cristina G Castro.
São Paulo,27/5/2017.
 
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 27/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com