Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

 

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."



Textos


De repente, assistindo televisão,

#BDSP, e no intervalo,

O Mais Você com o necessário do dia,

E, Ana Maria, 

Citou,  que furtar muda,

Planta do viinho é crime.

Fico imaginando aqui,

Com o que ocorre com a amoreira na calçada,

O ori pró nóbis também,

Além de otras plantinhas,

Que  mamãe colocou na calçada.

Já furtaram  um vaso inteiro.

Aí, lembrei  de um carro,

Que parou em frente a um comércio,

E levou os dois vasos de enfeite.

E, com câmeras filmando minha gente.

Mas,  também de Mamãe,

Que furtou do Vale da Paz

Uma mudinha de Hortência.

Mas,  com toda delicadeza,

E, em sua humilde  paciência,   

Plantou aqui no jardim e floriu.

Ela, mamãe,  nem chegou a ver.

Partiu antes de conhecer a beleza da mesma.

Agora,  hoje, com esta notícia, 

Faço esta  poesia.

Mas, digo, querem pegar amoras, 

Ou Ora pro Nóbis,

Pegue  sem agredir a planta,

Pois, as mesmas (Plantas) têm setimentos como nós seres humanos.

E, assim,  plantamos nas margens dos córregos, em casas, e nos quintais.

Plantas nos dão a Energia da  Paz!

 

 

Manuscrita hoje e já transcrita para esse site abençoado.

Ofereço  a todos os   aniversariantes de Janeiro  em especial  ao dia de hoje  21/1/2022-    Prof.    Ayunes. Colega  de   profissão.

 

E,  in   memoriam a Mamãe  Deonilde e Elza  Soares. Faleceu  após exatos 39 de  seu  amor Garrincha.

 

São Paulo,   21  de Janeiro   de  2022.

 

Lei sobre tirar mudas do vizinho sem permissão

 

Programação Globo Manhã

 

Sigam     poesias recitadas no:

https://www.kwai.com/ Prof  e   escritora Teka Castro Oficial

 

 

Veja um    exemplo    de poesia no Kwai  de minha  autoria - Kwai Teka Castro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 21/01/2022
Alterado em 21/01/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com