Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

 

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."



Textos


Estou aqui sentada, a ouvir Venturini, Arantes, e outros compositores distantes da nossa realidade vulgar,

De estar em primeiro lugar com uma canção sensual,

Que transforma a mulher em submissa ao sexo.

O mundo utópico que vivo,

Até nas batidas das teclas do computador,

Meu cérebro que relembra tantas coisas históricas esquecidas.

Verdades guardadas.

Pais rígidos, mas que  me   amaram.

Tios, primos, família unida.

Hoje cada um com sua  vida.

E, lembrar que há 27 anos, 

Uma nova família completou meu mundo.

E, DEUS nos permitiu a geração de vidas,

Alexia Cristina, Gabriel, Emmanuel, Anna Clara,

E, claro quem perdi sem conhecer, como Aryel,

Um ser que ficou apenas 7 semanas e quatro dias no  meu ventre.

Dores passadas,  refletem  em  meu  presente, 

Em  meu futuro,

Onde queria a todos meus filhos,

Sobrinhos, primos, um lugar mais seguro.

Um lugar que as borboletas e abelhas polinizassem o amor.

Escutar boas músicas,

Perdoar o meu passado.

Perdoar  a mim  mesma...

O mais difícil  perdão!

Senti a vida, o Vento do Espírito Santo,

A Água, fonte de Vida.

Sentir a beleza, e numa visão utópica,

Como minha psicóloga da Clinica Atena, disse:

"Você tem uma utopia linda, mas a realidade é dura!"

Simone Rinaldi.

A verdade, é que  estou aqui,

Num reflexo de mim,

Escutando a Viagem,

Lembrando de Gabi, Papai, e  recentemente Mamãe(Minha fortaleza),

A dor,   as lágrimas....

A saudade,  que  reflete em mim, minha  poesia reflexiva.

 

Grata DEUS por tudo.

Boas canções, ouçam sempre.

São   Paulo, 30 de abril de 2022.

11h e 09min.

Stop war Ucrânia, Rússia, Palestina, Israel, Síria, Iemên, Brasil.... Love, love, God!!!

Téka Castro

 

 

 

 

Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 30/04/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com