Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

 

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."



Textos


 

De repente o mundo parou a minha volta sem ausência física de Mamãe.

O tempo me fez orfã aos cinquenta e quatro anos.

Tive tantos bons exemplos, falados, compostos, simples.

Tive uma vida de princesa, e gratidão.

Não sei se fui boa filha,

Assim,como não sei se hoje sou boa mãe.

O tempo transcende em mim.

Tive após sua partida,

Pensares ruins para minha Vida.

Queria acabar com tudo, 

Silenciar meu eu.

Mas, no âmago, sei que não te encontraria e muito menos a Deus.

Minha família está a tomar conta de mim,

Daquele jeito que Mamãe conheceu.

Hoje, venho e ao me olhar no espelho,

Sinto o reflexo de Deus.

Sei que na hora do Pai, contigo me encontrarei.

Hoje  só sei que tenho que me perdoar, e pedir perdão de coração.

O tempo, reflete uma nova vida de aprendizado.

Quero buscar ser forte, 

Ter  sua força como inspiração.

Acreditar num amanhã melhor,

Conduzir os filhos por veredas ambientalistas, assim, como comigo fizeste.

Quero reencontrar - te em meus sonhos,

E, compor como antes.

Está  distante de maus pensares,

E, fazer de meus olhares, um gesto de esperança.

Ir até Portugal, Silvares, 

Conhecer   tua terra,

E, viver em Paz no Planeta Terra!

Saudades, não se explica.

Se sente e pronto.

Mamãe, te amo.

Ouvindo belas canções

 

 

Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 02/04/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com