Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

 

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."



Textos


Personalidades das pessoas.
 
Estou lendo um livro com filosofia espírita: A vida em família de Rodolfo Calligaris, onde me deparei com um capítulo: Tipos de personalidades, e sinceramente lendo as referências, posso dizer, que a maioria do povo hoje em dia, seja rico ou pobre, possuem tripolaridade, tripersonalidade, claro que muitas vezes, uma fala mais alto que as outras, como o autoritário e o agressivo, que na atual conjuntura de fatos reais, dos feminicídeos estão aí, em dose de posse, de ser superior ao outro, mas o fato é que, como meu esposo me mostrou num post do face, a mulher foi criada da costela de Adão, e não deve ser superior, ou inferior, não deve está nem a frente, e nem atrás do amado, e sim do lado, para enriquecerem juntos em sabedorias divinas.
Vamos entender um pouco de cada personalidade, veja bem, essa é a minha fonte, o livro no qual estou lendo e criando paralelos com minha vida, com meus filhos, com minhas atitudes, existem n outros parametros, que podem ser refletidos no mundo de cada um.
O exemplar dessa leitura é de novembro de 1985, eu estava no último ano do Ensino Médio, e muita coisa de lá para cá, mudou, mas em se tratando de personalidades, acredito que não. 
Tente se identificar com uma delas, quem sabe, você, pode ser um pouco de cada uma, e se auto definir. Vamos para a leitura de cada uma delas?
Agressivo - Sujeito a frequentes crises de cólera, nas quais briga, critica, provoca, xinga, dscontrola-se e chega a espancar os que estejam ao alcance de suas mãos (ou pés). Irritação, agasta-se facilmente, criando em torno de si um ambiente de constrangimento, mal -estar e tensão nervosa.  ( ad hoc - não querendo ser a dona do saber, mas a maioria dos casos de homens assassinando suas mulheres, suas ex-companheiras, ex-namoradas, são agressivos, têm o excessivo poder de controlar tudo, e se acha dono da outra pessoa;  nem eu que sou mãe, sou dona de meus filhos, quanto mais de meu esposo!!! Teka Castro).
Autoritário - que se caracteriza pela arrogância e firmeza: impõe, intransigentemente, sua vontade; não se verga a argumentos e razões que lhe demonstrem estar errado, nem volta atrás em suas decisões; ordena e coordena, manda e comanda tudo.  (ad hoc: a maioria dos presidenciáveis das Américas, como o atual presidente do Brasil. Teka Castro).
Ciumento - próprio de pessoa insegura, com neurose de caráter ou complexo de inferioridade.  Não suporta que outrem seja melhor aquinhoado (favorecido) de afeto, assim como, não acreditando muito em seus próprios atributos, com que possíveis rivais, está sempre a temer que estes lhe roubem o objeto de seu amor.  Um pequeno atraso, um gesto de cortesia, ou um sorriso, dado ou recebido de colegas, amigos e mesmo parentes, basta-lhe para produzir "cenas", que à força de serem repetidas, podem levar o "outro" ao desespero. ( Reflexão: Já fui muito assim,  hoje vejo refletida essa questão, nos meus filhos.  Estou supondo, que o ciùmes pode ser um fator genético. Meu irmão, sabe o quanto era ciumenta.  Teka Castro).
Entusiasta - aquele que é animado e ama a vida; nutre belos ideais e luta por eles; não se deixa abater por eventuais reveses, nem fica à espera de oprtunidades para melhorar sua situação; ao contrário, cria condições de sucesso com fé em si mesmo, seus esforços e sua perseverança. ( Está difícil  encontrar alguém assim, especialmente na minha profissão: Professor da SEESP. Teka Castro).
Folgazão -  de espírito alegre, brincalhão, expansivo, que gosta de contar e ouvir piadas, não leva nada a sério e , qualquer que seja a circunstância, sempre encontra motivos para rir, dando com isso, a impressão de ser um tanto ou quanto irresponsável. (  In memoriam Carlos de Jesus Ferreira, primo, irmão mais velho, a quem muito amava, e Olivier Venâncio. Foram os caras mais incríveis que conheci e que tinham essa personalidade, mas eram bem responsáveis, sim. Teka Castro).
Implicante - oque vive a implicar e a ralhar com todos a respeito de tudo. Com um, porque não limpou os pés ao entrar em casa; com outro, porque não repôs a tesoura no devido lugar; com esta , porque o almoço foi servido com cinco minutos de atraso; com aquela, por que se demora ao espelho, etc... etc... etc... ( In memoriam meu Pai: Francisco da Silva Mendes. Mas afirmo a questão do envelhecimento, nos torna pessoas mais implicantes. Teka Castro).
Maternal - que se evidencia por atitudes protetoras; estende seus cuidados e ternura a todos que o cercam e trata o cônjugue como se fosse criança.
Meigo - sempre afável, carinhoso, calmo, gentil, ponderado, de maneiras delicadas, incapaz de erguer a voz ou perder a paciência.
Passivo - o apático sem vontade própria, partidário do "laissez-faire"(deixa fazer); comenta seus problemas com todo mundo, na esperança de que alguém os resolva para ou por ele.
Pessimista - que se inclina à desconfiança, com medo de ser iludido em seus sentimentos ou prejudicado em seus interesses; está sempre a fazer mau juízo do próximo; espera o pior de tudo, encara os fatos da existência invariavelmente pelos seus aspectos menos felizes e, quando solicitado a opinar sobre a convivência de qualquer realização, só sabe desencorajar, desmerecer, demolir.
Suscetível - aquele que se melindra com facilidade, toma qualquer desatenção à sua pessoa como ofensa, fica amuado longo tempo por um "dá cá aquela palha", tornando, desse modo, extremamente difícil manter-se com ele uma convivência espontânea e agradável.
Timido - o que, por acanhamento ou covardia, evita aparecer, demonstrar o que sabe, intervir nas conversações, assumir posição de liderança, etc, carecendo ser "empurrado" até mesmo para reclamar direitos líquidos e certos.
Como vocês podem ver,  cada um tem vários momentos, vários sentimentos, e nisso podemos ter variações de personalidade.
E, no mundo atual, onde a maioria das pessoas lavam roupas sujas em redes sociais, sejam do mais simples, ao mais complexo ser.
Então, podemos mudar aos poucos, e ver nossos propósitos em prol da melhoria do Planeta Terra, e de nós mesmos.
 
Tereza Cristina Gonçalves Mendes Castro.
Professora de Química, Psicopedagoga e escritora.
São Paulo, 11 de Março de 2020.
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 11/03/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com