Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


A arte de amar

De repente temos atitudes errôneas, nos atrevemos a ter dor,a ter dissabores, a ter fraquezas.
Com certeza somos seres humanos, mas temos que muitas vezes alterar nossos planos, e buscar amar ao próximo como gostaríamos de sermos amados, de sermos cuidados.
Mas, de alguma forma o Ser Humano se perdeu, e deixou se invadir por ondas que fazem o coração se tornar maldoso, e despertar emoções que muitas vezes,conhecemos como fúria.
Hoje em dia parece que se tornor rotina matar o próximo, como o caso de dona Lucilene de Porto Ferreira, que ficou no ar desde 26/12/2019, ou no caso das moças que mataram os pais e o irmão,  na Cidade de São Bernardo, por questão financeira, ou ainda esbarrar no outro na ida ao banheiro, mesmo com pedidos de desculpas, houve a morte de um ser que nada fez, e o outro não tolerou.
Tanta falta de amor no mundo de hoje, e vemos igrejas lotadas, mas no que realmente acreditam?
E, nesse momento, não cito só o Brasil, mas as regiões mais antigas, Israel, Iraque, Estados Unidos, Síria, África, lugares sem tolerância, lugares onde se exploram crianças para minerarem determinados metais para celulares cada vez mais potentes, mas que nós que os consumimos, também somos assassinos.
O que houve com o Amor, com a própria fé em Deus?
A arte de amar ao próximo de ser tolerante, de não semear brincadeiras idiotas, que matam aos mais fracos, seja de rasteira, ou a tal baleia azul. Seja como for, o mundo precisa de amor.
Noutro dia vi um post de um orangotango estendendo a mão para um homem ( https://extra.globo.com/noticias/page-not-found/orangotango-estende-mao-para-salvar-homem-em-rio-com-cobras-24234987.html ) ou seja, um ser que dizemos que não raciocina possui mais amor do que nós seres humanos.
Vejamos que podemos amar, de tanto amor, Deus deu ao mundo o seu Primogênito, e mesmo sendo, Filho de DEUS, foi morto, por atitudes impensadas, erradas, temos que amar, e acreditar que com amor, podemos reverter até as condições climáticas.
Sejamos mais tolerantes, eu preciso ser, e você?
Paz  e  bem.
Escritora Téka Castro.
Filha de dona Deonilde e in memoriam seu Francisco - lusitanos, irmã de João Marcos, melhor irmão do mundo, casada com Eduardo Riveiro Castro - Mãe de Alexia Cristina,  Emmanuel e Anna Clara.
Professora da Disciplina de Química na Secretaria da Educação do Estado de São Paulo desde 1988, ambientalista, espiritualista.
São Paulo, 15 de fevereiro de 2020.
Poema publicado no Recanto das Letras e My Poetry Site
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 13/02/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com