Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


Sânscrito


Língua morta, que esconde na Antiguidade.
A verdade de séculos de outrora,
Que dizem muito mais sobre o aqui e agora.
Criptografias que desconhecemos.
Nem os letrados em dígitos de computadores, conseguem decifrar.
Hoje a Arquiologia são poucos os que vão buscar.
E, as línguas mortas têm muito a nos revelar.
Evangelhos escritos desaparecidos, enterrados na areia,
E, assim, sem estarem na Bíblia;
Que durante séculos e séculos nos permeia a leitura.
Dita, inspirada por Deus,
As Tábuas da Verdade quebradas, 
Enterradas pelo Homem,
E, os dizeres escritos,
Sem compromisso.
Hoje venho renovar a busca pelo sânscrito,
E a douçura da Verdade.
Disse João: " Conheceis a Verdade e a Verdade vós libertará!" 
E, o Homem Moderno, lê mais não assimila, lê mais não faz direito o que se presecreveu, lê sem os olhos d'alma.
E, o mundo vivendo na concepção do próprio caos.


Texto manuscrito em 31/07/2018.
Hoje transcruto com excluvidade para o Recanto das Letras.
Ofereço aos Historiadores do nosso País e do mundo. 
Paz e bem. 
Téka Castro.




 
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 07/01/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com