Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


Sombriamente estou aqui
E, vivo ao meio do perigo
Corrijo meu dia
E, me envolvo naquilo que me ilumina.
Sou apenas um tema,
"A alma não é pequena"
Já dizia o poeta
Que tornou-se imortal.
Fatal estou em sua vida
E, ainda convivo com alegria
Faço em minhas entrelinhas
As mais variadas formas de poesias.

Manuscrita em 26/1/2018 -
Transcrita em 28/1/2018 para esse Recanto.
Téka Castro

 
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 28/01/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com