Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


Escrevo desde a tenra idade, buscando talvez reconhecimento, mas meu momento é único, e me fascino com aquilo que me inspira.
Crio palavras do nada, muitas vezes amarguradas, outras a busca de Justiça.
Atiça o coração o prazer de ver no recanto das letras compartilhadas, um pouco mais que 28.113 leituras dos 1414 textos feitos.
Alguns do meu passado descobertos, outros por ventura, sentada a frente do monitor e teclado, esteja a escrever.
Outras que estão rabiscadas em cadernos e mais cadernos com páginas amareladas pelo tempo onde guardo com carinho tantos e tantos pensamentos.
Ou agora em outros sites também, como a do Portal Cen, ou do Portal Fénix, ou ainda https://www.escritas.org/, ou vendo abranger meu universo nos versos ao mundo no site Poetry poem, fico feliz e encantada.
Mas me volto a minha realidade de professora estadual, que viaja ao mundo todo sem sair de seu local.
Então, aqui agradeço o aprêço dasqueles que leem meus textos, compartilham um pouco de minha vida, e me aceitam meia passional, do jeito que sou.
Agradeço pelos comentários, críticas, seja de quem for.
Hoje luto por justiça salarial para todos, quanto professora da rede estadual de ensino em São Paulo, não ganho muito, mas nossos governantes dizem, que professores, quebraram a previdência, haja paciência, eles ganham demais, e nós quem pagamos o pato.
O fato é que amo escrever, e esse ano, farei minhas aparições em sites gratuitos on line, pois em livros impressos com editores que amam, não conseguirei realizar, pois uma filha na faculdade e indo para Festival de dança, em julho em Joinville, a outra festa de 15 anos, o meu menino, digo adolescente com tantos planos, então, eu devo adentrar novamente na caverna e dar lugar para outros passarem.
Mesmo assim agradeço as 71 páginas escritas aqui no Recanto das Letras, uma maneira perfeita de eu me encontrar com a poesia.
Também esqueci de anunciar o site PeaPaz, onde fui convidada a participar por Silvia Mota.
Enfim, vou escrevendo, e bendizendo meu dom, minha segunda profissão e agradecendo a Deus por cada leitor que aqui compartilhou seu olhar, e deixou mesmo que em pensamento seu comentário.
Grata paz e bem, além da saúde do corpo e da mente, o de mais nos vem como acessórios.
Bom dia.
Tereza Cristina G Castro
A todos os meus colegas de ambas profissões e aos familiares e amigos.
Em primeiro lugar a Deus.
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 24/01/2018
Alterado em 24/01/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com