Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


Dia Mundial do Rock - 13 de julho
Anos cinquenta Bill Halley e seus cometas,
Nill Sedaka, Elvis.
Anos sessenta, a beatlemania
Invadiu a poesia
Woodstock, a nostalgia do Rock.
Anos oitenta, tantos outros surgiram até então,
Baladas, que moviam o coração.
Anos dois mil, e o rock tanto mudou,
O tecno se transformou
E, a poesia se foi.
Baladas se tornam inesperadas, tragadas do vício incalculável.
Hoje eu não esqueço do começo de sessenta,
Aguenta coração.
Pena que houve separação.
A noite cai.
Se vai a nostalgia
Somente o tempo
Para ser expresso mais um movimento.


Manuscrita em São Paulo, 14 de julho se 2004.
Ofereço a Kalil Bentes e família.

 
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 27/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com