Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


Guia-me, Senhor
Pelo caminho
Que com dor não fira meu destino.
Sede, Senhor, Protetor,
Deste corpo cansado
Suado e batalhador.
Ajude-me, Senhor, a enfrentar meu léu,
Deus do Céu, sede meu fiel companheiro.
Amigo verdadeiro que tanto espero conhecer.
Guia-me, Senhor, neste eterno e fraterno viver.
Guia-me, Senhor, nas veredas que desconheço,
Dei-me, Senhor, o que necessito e mereço.
E, em nome de Cristo
Eu Te agradeço.


Ofereço a todos que buscam a Deus.
Manuscrita em  27/12/1995.

São Paulo, 18/10/2015.
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 18/10/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com