Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos


Aqui estou para agradecer mais uma vez, a cada leitor, compositor, amigo, familiar, que com um tempinho deu uma lidinha em meu espaço, e hoje abraço e agradeço ao apreço desejado.
Aqueles que como meu irmão, João, fazem sua leitura e não deixa sequer um comentário, mas no entanto, quando está perto decerto faz uma crítica:" De vez em quando você escreve lindas palavras, outras que causam mágoas, e outras que não têm nada a ver." 
Enfim, agradeço a cada momento que aqui me disponho com prazer, tirando poemas d'alma, encarando a mim mesma.
Agradeço a cada comentário deixado, isso me ajuad a aprimorar cada vez mais a escrever melhor.
Obrigada, pelas quase 18000 de leituras e leitores que muitas vezes são grandes poetas aos quais também admiro. 
Deixo aqui meu abraço e um ósculo de reconciliação para aqueles que em poemas magoei, sei o que é ser magoada, e eu não quero deixar ninguém com o sentimento de raiva.
Que Deus os abençoe. Amém.
Teka Castro
Enviado por Teka Castro em 25/04/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com