Poesias, assim como crianças são dádivas de Deus.

A alquimia da vida presentes em meus atos.

"Deus tudo perdoa, o homem pode até perdoar. Mas, a mãe Natureza, jamais perdoará o que fizermos."

Textos
Título Categoria Data Leituras
Desabafo de uma depressiva Prosa Poética 02/12/12 274
Adeus ou até breve. Prosa Poética 14/02/15 182
Agradecimento pós cirúrgico Prosa Poética 03/08/11 122
Readaptando-se Prosa Poética 16/04/16 102
Carta de despedida Prosa Poética 14/08/12 46
A vida que ninguém vê Prosa Poética 09/05/15 41
Meus sonhos Prosa Poética 10/01/12 40
Promoção do Quadro do magistério Prosa Poética 20/05/11 39
"Saudade sim, tristeza não" Prosa Poética 08/11/11 34
Nos Bastidores da Educação Prosa Poética 21/07/10 26
Parque dos búfalos - Apelo Prosa Poética 23/04/15 23
Reunião de pais e mestres Prosa Poética 24/10/12 22
Momentos estressantes Prosa Poética 23/11/11 22
Vinte anos de profissão Prosa Poética 05/05/11 22
Reflexão d'alma humana Prosa Poética 28/07/12 18
Sonhar é preciso Prosa Poética 17/01/13 17
Refúgio d'alma Prosa Poética 02/12/12 17
O medo do escuro. Prosa Poética 22/05/11 17
Valores Prosa Poética 10/08/16 16
Simplesmente poetizar Prosa Poética 18/01/12 16
Página 1 de 3 1 2 3 [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
e mail: alegabema@gmail.com